Estético & Político: Os cartazes do Construtivismo Russo

Alexander Rodchenko

O Construtivismo Russo foi um movimento estético-político iniciado na Rússia, a partir de 1913. Para entender melhor o conceito estético desse movimento, é necessário conhecer um pouco o momento que o país atravessava. A Rússia foi devastada pela Primeira Grande Guerra e por sua Guerra Civil. A vitória do Exército Bolchevique e a queda do Tsar Nicolau II iniciou uma nova era aos russos. Naquela turbulência toda que o país atravessava, surgiu um movimento artístico que teve claramente o objetivo social, ou seja, o Construtivismo Russo abandonou todos os dogmas da arte pela arte, para de fato se dedicar ao design industrial, ao design de produtos, a comunicação visual e as artes aplicadas a serviço da nova política comunista.

 

As principais características do Construtivismo Russo é a forte presença das formas geométricas, cores primárias, tipografia sem serifa e fotomontagem. O contraste na tipografia, com corpos normais e pesados e de estilos diferentes era frequentemente utilizado nos cartazes criados na época.

Tem muita coisa legal para falar a respeito do Construtivismo, mas nosso foco hoje é discutir sobre arte e design visual. Citarei alguns nomes que foram importantes durante o movimento e também algumas obras que perpetuam até hoje. Através dessas informações vocês poderão pesquisar mais a fundo sobre o assunto.

Alexander Rodchenko
Alexander Rodchenko “Livros” – 1924.

O meu primeiro contato com o Construtivismo Russo foi através de alguns trabalhos do Alexander Rodchenko, que em breve pretendo fazer um texto especificamente sobre ele. Recordo-me de ver o cartaz para o departamento estatal da imprensa de Leningrado com a foto da Lilya Brik, uma obra de 1924. A partir do momento que eu tive contato com esse trabalho, me despertou o interesse em pesquisar mais sobre ele e nesse momento também descobri outros artistas, que valem a pena vocês conhecerem. São eles:

“Beat the whites with the Red Wedge”
El Lissitzky – “Beat the whites with the Red Wedge” – 1920.

O cartaz é uma arma de persuasão em massa, um dispositivo para construir uma psicologia coletiva” – Vyacheslav Polonsky.

 

O declínio

O Construtivismo Russo durou até 1934, quando o governo Russo insatisfeito com a estética Construtivista, decretou a volta da estética Realista Comunista. Porém, o tiro de misericórdia do movimento na Rússia foi o exílio forçado dos artistas fora do país. Essa emigração promoveu o Construtivismo na Europa e o no mundo, influenciando de forma definitiva outros movimentos estéticos que perduram até os dias atuais.

 

Conheça algumas dessas obras:

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

 

 

Fontes e materiais para se aprofundar:

https://www.todamateria.com.br/construtivismo-nas-artes/

https://agenciamegamix.com.br/o-construtivismo-russo/

https://www.historiadasartes.com/nomundo/arte-seculo-20/abstracionismo-geometrico/construtivismo-russo/

https://www.portalsaofrancisco.com.br/arte/construtivismo